METROPOLE

Sábado, 08 de maio de 2021

Política

Ministro da Justiça pede abertura de inquérito contra advogado que criticou Bolsonaro na CNN

Em julho do ano passado, Marcelo Feller (foto) citou estudos e disse que o discurso do presidente era responsável por pelo menos 10% das mortes por Covid-19 no país

Ministro da Justiça pede abertura de inquérito contra advogado que criticou Bolsonaro na CNN

Foto: Reprodução

Por: Juliana Rodrigues no dia 21 de janeiro de 2021 às 10:13

O ministro da Justiça, André Mendonça, pediu mais um inquérito com base na Lei de Segurança Nacional para investigar falas críticas ao presidente Jair Bolsonaro. O alvo agora é o advogado Marcelo Feller, de São Paulo. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha. A Polícia Federal, subordinada a Mendonça e ao presidente, já abriu uma investigação.

Em julho do ano passado, quando fazia parte do quadro “O Grande Debate”, da CNN, Feller citou estudos e disse que o discurso do presidente era responsável por pelo menos 10% das mortes por Covid-19 no país. Na época, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, tinha acusado o Exército de se associar a um “genocídio” na crise da Covid-19. Feller também comentou: “Não é o Exército que é genocida, é o próprio presidente, politicamente falando”.
No pedido à PF, Mendonça argumentou que a acusação pode “lesar ou expor a perigo de lesão” o próprio regime democrático “e a pessoa do Presidente da República”.

Não é a primeira vez que Mendonça pede investigações com base na Lei de Segurança Nacional a críticos do presidente. Ele requisitou inquéritos contra os escritores Ruy Castro e Helio Schwartsman, o jornalista Ricardo Noblat e o cartunista Aroeira.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Ministro da Justiça pede abertura de inquérito contra advogado que criticou Bolsonaro na CNN - Metro 1