Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Afastados: Mourão diz que comunicação com Bolsonaro 'faz falta'

Vice-presidente também criticou brigas políticas entre os governos federal e de SP

[Afastados: Mourão diz que comunicação com Bolsonaro 'faz falta']
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Adele Robichez no dia 27 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:00

O vice-presidente da República Hamilton Mourão (PRTB) revelou hoje (27), em entrevista à CNN, que sente falta da comunicação com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e criticou as brigas políticas entre o governo federal e  o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

De acordo com Mourão, "não há conversas seguidas" entre ele e o gestor do país. "As conversas são bem esporádicas", afirmou. Ele acredita que o diálogo seria necessário para ele "entender em determinados momentos" o que ele precisa fazer. "Faz falta", falou.

Por conta desse afastamento, ele considera difícil ser convidado por Bolsonaro para ser candidato a vice em 2022. E caso seja, ele não sabe se aceitaria a proposta. "Teríamos de ter uma conversa", disse.

Quando perguntado sobre a disputa política entre os governos federal e do estado de São Paulo, por conta da vacinação contra o coronavírus no país, Mourão avaliou a situação como "fuga à boa política". "Um chama de mentiroso, outro chama de não sei o quê... isso não é política", opinou.

O vice acredita que o presidente é muito criticado pela sua retórica, mas que as pessoas têm que observar mais as suas ações. "A retórica do presidente é uma, mas o modo de agir é outro", explicou. "Essa dicotomia pode ser alvo das críticas que tiverem que ser feitas, mas preste atenção nas ações", concluiu.

Notícias relacionadas