Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Bolsonaro diz que pandemia 'pode ser fabricada'

O presidente também afirmou que os pedidos de impeachment contra ele 'não darão em absolutamente nada'

[Bolsonaro diz que pandemia 'pode ser fabricada']
Foto : Carolina Antunes/PR

Por Adele Robichez no dia 28 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:20

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou ontem (28), em um almoço com ministros e cantores sertanejos, que acredita que a pandemia pode ter sido "fabricada". Ele ainda disse que os pedidos de impeachment contra ele não darão em "absolutamente nada".

"Quis o destino que uma pandemia, que pode ser fabricada, nos atingisse no início do ano passado", disse o gestor.

Desde o início da pandemia do coronavírus, mais de 220 mil pessoas morreram e mais de 9 milhões foram infectadas pela doença no Brasil, segundo o consórcio de veículos de imprensa. No mundo, já foram registrados mais de 100 milhões de casos e 2 milhões de óbitos.

No mesmo evento, Bolsonaro também afirmou que permanecerá no cargo até o final do seu mandato. A fala se referiu aos 64 pedidos protocolados para retirar o líder da presidência. "Nós continuaremos nessa cadeira até o final de 2022, tenho certeza disso". De acordo com ele, se juntar todos os pedidos, "não dá em nada, absolutamente nada".

Notícias relacionadas