METROPOLE

Sábado, 08 de maio de 2021

Política

Cacá diz que Maia 'perdeu a mão' na eleição da Câmara e avalia escolha por Arthur Lira

Deputado foi eleito novo líder do PP na Casa

Cacá diz que Maia 'perdeu a mão' na eleição da Câmara e avalia escolha por Arthur Lira

Foto: Metropress

Por: Matheus Simoni no dia 08 de fevereiro de 2021 às 08:51


Eleito novo líder, por aclamação, da bancada do Partido Progressista na Câmara, o deputado federal Cacá Leão (PP) comentou a eleição de Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Casa Legislativa para o biênio 2021-2022. O partido tem 42 parlamentares, sendo quatro da Bahia. Em entrevista a Mário Kertész hoje (8), durante o Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole, o deputado afirmou que a legenda vive o seu melhor momento e que Lira tem um longo currículo de prestígio. "A eleição de Arthur e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), no Senado, foram muito importantes para o Brasil. A gente precisa distensionar as relações. Eu conheço Arthur desde que eu cheguei em Brasília, até antes de chegar aqui. O pai dele foi colega do meu pai deputado, o ex-senador Benedito de Lira, que hoje é prefeito do município de Barra de São Miguel, em Alagoas. Arthur é um homem de personalidade forte, um grande amigo dos amigos", disse Cacá.

Ainda segundo o deputado baiano, a postura de Arthur Lira depõe contra a imagem de que ele seria um aliado de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional. "Arthur construiu essa relação pessoal ao longo desses anos. Está como deputado federal há dez anos, no terceiro mandato. O número foi elástico, 302 votos, mostra que ele teve voto na esquerda, na direita e no centro. Foi uma vitória bastante maiúscula e grande. Isso mostra o entendimento do Congresso no interesse de distencionar as relações. Não é ser capacho de governo ou amém, mas é estar aberto ao diálogo e dialogar, se voltar às pautas importantes do país", afirmou Leão. 

Questionado por MK, Cacá Leão comentou a atuação de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara. Desde a eleição de Jair Bolsonaro, o democrata adotou uma postura contrária a do presidente da República, chegando a criar atritos. Na reta final do mandato, Maia tentava a reeleição, mas acabou impedido após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Na avaliação do parlamentar baiano, o deputado carioca "perdeu a mão". "Maia teve um papel muito importante na defesa do parlamento. Foi um grande presidente, mas Rodrigo perdeu a mão na construção da sua sucessão. Eu acho e algumas pessoas também acham que ele esperava poder se reeleito mais uma vez. Mas quando o STF o tirou essa condição, ele acabou perdendo a mão na sucessão e aí partiu para um stress, um enfrentamento que fez com que fosse diminuído seu caminho. Mas isso não abala a sua história", avaliou. 

Ainda segundo Cacá Leão, Bolsonaro tem a oportunidade de recuperar a imagem da presidência e garantir uma pauta que mude a vida dos brasileiros. O caminho, de acordo com o parlamentar, passa pelo diálogo com os parlamentares. "O presidente fez um gesto ao Congresso Nacional que há muito tempo não acontecia. Nos seis anos que eu estou lá, nenhum presidente da República havia ido pessoalmente ler a mensagem presidencial lá no Congresso. O presidente Bolsonaro fez questão de ir nesse momento até num ato de demonstração de que está disposto a dialogar, conversar", comentou o deputado baiano.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Cacá diz que Maia 'perdeu a mão' na eleição da Câmara e avalia escolha por Arthur Lira - Metro 1