Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Ministro Ramos diz que 'não se envergonha' de articular com Centrão

Responsável por entregar comando do Congresso a aliados do Planalto, ministro reagiu a críticas sobre aliança entre Bolsonaro e Centrão

[Ministro Ramos diz que 'não se envergonha' de articular com Centrão]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Geovana Oliveira no dia 09 de Fevereiro de 2021 ⋅ 15:40

O ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, responsável pela articulação que entregou o comando do Congresso a aliados do Palácio do Planalto, afirmou que "não se envergonha" da aliança do presidente Jair Bolsonaro com o Centrão.  

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o general do Exército da reserva respondeu a críticas sobre sua atuação, que gerou incômodo entre militares apesar de fortalecer seu comando na relação com parlamentares. 

"Não me envergonho", disse o ministro à reportagem. "Tomei uma atitude coerente. Meu desprendimento de ter aberto mão da minha carreira no Exército mostra que estou a serviço do País. O governo hoje é do Bolsonaro, mas é do País."

Ramos disse ainda que os generais entendem que é o "momento político". "Estou cumprindo uma missão. Não há (constrangimento), muito pelo contrário", afirmou.

Notícias relacionadas