Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Bolsonaro volta a defender remédio sem eficácia comprovada contra a Covid-19

"Parece que quanto mais morrer, melhor", disse o presidente enquanto endossava o uso da hidroxicloroquina

[Bolsonaro volta a defender remédio sem eficácia comprovada contra a Covid-19]
Foto : Carolina Antunes/PR

Por Geovana Oliveira no dia 01 de Março de 2021 ⋅ 20:00

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender na manhã de hoje (1º) o tratamento contra a Covid-19 sem comprovação científica. Contrariando recomendação de médicos e autoridades sanitárias quanto aos riscos desses remédios para a saúde, Bolsonaro disse que “esses medicamentos - hidroxicloroquina, ivermectina e Annita - não têm efeito colateral. Por que não tomar?”.

“Parece que quanto mais morrer, melhor para alguns setores da sociedade brasileira. Somos a oitava economia do mundo, nosso IDH não é tão bom perto do primeiro mundo. O que leva nosso País a ser o 26º em morte por milhão de habitantes? Alguma coisa está acontecendo por aqui. Só pode ser o tratamento precoce, não tem outra explicação. Por que a grande mídia teima em criminalizar quem fala isso?”, emendou.

Bolsonaro disse ainda que nunca errou nas medidas de combate à pandemia de coronavírus ao criticar as medidas restritivas e defender o tratamento precoce - sem eficácia comprovada pela ciência. 

Notícias relacionadas