Domingo, 17 de outubro de 2021

Política

Centrão se alinha com empresários para dar ultimato a Bolsonaro

Cobranças mais urgentes são a demissão de Ernesto Araújo e de Ricardo Salles

Centrão se alinha com empresários para dar ultimato a Bolsonaro

Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

Por: Geovana Oliveira no dia 28 de março de 2021 às 08:01

Os mais de 300 mil mortos por Covid-19 e a crise na economia levaram os presidentes da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a se alinhar com grandes empresários, representantes de bancos e do mercado financeiro para intervir nos rumos do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com informações do jornal O Estado de S.Paulo, os dois parlamentares têm colocado o impeachment como possibilidade caso as conversas entre Congresso e governo fracassem. 

As cobranças mais urgentes do setor econômico são a demissão dos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A crítica é que Araújo atrapalha as negociações internacionais por vacinas, enquanto Salles é visto como obstáculo na relação com Washington devido à sua política ambiental criticada em todo o mundo.

Centrão se alinha com empresários para dar ultimato a Bolsonaro - Metro 1