Sábado, 19 de junho de 2021

Política

Deputado baiano nega participação no 'tratoraço' e ataca imprensa: "São contra o Nordeste"

Charles Fernandes foi incluído na lista por compra de uma retroescavadeira para enviar ao interior do estado, por preço R$ 50 mil maior que a média

Deputado baiano nega participação no 'tratoraço' e ataca imprensa: "São contra o Nordeste"

Foto: Divulgação

Por: Geovana Oliveira no dia 11 de maio de 2021 às 16:40

O deputado federal Charles Fernandes (PSD-BA) negou nesta terça-feira (11) sua participação em um esquema para receber verbas em troca de apoio para o Planalto. O nome de Fernandes é citado em uma reportagem do Jornal O Estado de S. Paulo sobre um suposto orçamento paralelo, de R$3 bilhões, que o governo Jair Bolsonaro (sem partido) teria criado para conquistar apoio no Congresso no final de 2020. O esquema tem sido apelidado de 'tratoraço' no noticiário político.

"Primeiro que eu não votei em Bolsonaro, e segundo que faço sempre minhas falas contra os posicionamentos do presidente", disse o parlamentar ao ser questionado pelo Metro1. De acordo com ele, a reportagem inclui seu nome porque é "contra o Nordeste e o povo nordestino". A matéria cita também nomes de parlamentares de Goiás, Minas Gerais e do Distrito Federal, entre outros estados do país. 

O deputado baiano foi incluído na lista por uma compra de retroescavadeira para enviar ao interior do estado. O parlamentar escreveu que o item deveria ser comprado por R$ 300 mil, o que supera em R$ 50 mil o preço de referência. Sobre o assunto, ele diz que quem faz as compras "é uma das empresas do governo mais corretas", a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba). "Se ela comprou mais caro ou mais barato, como esse veículo de comunicação está falando, ele está falando porque não gosta do PIB do nordeste brasileiro", desconversa.

Deputado baiano nega participação no 'tratoraço' e ataca imprensa: "São contra o Nordeste" - Metro 1