Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Política

Sigilo em processo no Conselho de Ética ainda não foi votado, diz Capitão Alden

Deputado afirma que vazamento de material produzido em ações contra o governo Rui Costa pode causar "danos a terceiros"

Sigilo em processo no Conselho de Ética ainda não foi votado, diz Capitão Alden

Foto: Agência Alba

Por: Metro1 no dia 11 de junho de 2021 às 19:10

O deputado Capitão Alden (PSL) afirmou ter pedido sigilo no processo de que é alvo no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa (Alba) para evitar a divulgação de material que produziu em ações de fiscalização e denúncia contra a gestão Rui Costa (PT). Segundo o parlamentar, documentos e conteúdos que tramitam em órgãos fiscalizadores em segredo de Justiça em desfavor do Estado, se divulgados, poderão produzir danos a terceiros.

Em nota enviada ao Metro1, Alden diz que, diferentemente do que foi publicado por veículos de imprensa locais, o pedido de sigilo ainda não foi votado no colegiado. "A matéria não foi apreciada (deliberada) na última reunião do conselho. Foi procedida a abertura das discussões, sem, contudo, iniciar e concluir a votação do pedido", afirma o deputado

Enquadrado por quebra de decoro, Capitão Alden acusou colegas da oposição de receber R$ 1,6 milhão, em pagamentos mensais, supostamente repassados pela Prefeitura de Salvador. Em sessão na última quarta (9), o Conselho de Ética aprovou um requerimento de convocação para que Alden preste depoimento presencial no dia 8 de julho.

De acordo com assessoria do deputado, o ofício encaminhado com o pedido de sigilo nada se relaciona com a publicidade das reuniões do colegiado, mas com "a finalidade de respeitar o trabalho dos órgãos e instituições".

Sobre a convocação referendada no Conselho de Ética, a assessoria do parlamentar informou que já foi notificada e analisa o documento "de acordo com os procedimentos".

Sigilo em processo no Conselho de Ética ainda não foi votado, diz Capitão Alden - Metro 1