Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Rodrigo Janot pede cassação do senador Fernando Collor

A Procuradoria-Geral da República pediu a cassação do mandato do senador alagoano Fernando Colllor de Melo (PTB). [Leia mais...]

[Rodrigo Janot pede cassação do senador Fernando Collor ]
Foto : Agência Senado

Por Matheus Morais no dia 16 de Janeiro de 2016 ⋅ 15:34

A Procuradoria-Geral da República pediu a cassação do mandato do senador alagoano Fernando Colllor de Melo (PTB). Além de Collor, a Procuradoria também pediu a cassação do senador: Benedito de Lira (PP­AL) e dos deputados federais Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Vander Loubet (PT­MS), Nelson Meurer (PP­PR) e Arthur Lira (PP­AL). Os parlamentares podem perder os cargos caso sejam condenados na Operação Lava Jato, após o fim de uma eventual ação penal.

Os parlamentares são alvo de denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal ao Supremo Tribunal Federal entre agosto e dezembro do ano passado. Eles foram citados pelo doleiro Alberto Youssef, peça ­chave do esquema de corrupção na Petrobrás e um dos delatores da Lava Jato, como beneficiários dos desvios ocorridos na Petrobras.

O procurador­ geral da República, Rodrigo Janot, pede "a decretação da perda de função pública para o condenado detentor de cargo ou emprego público ou mandato eletivo, principalmente por ter agido com violação de seus deveres para com o Poder Público e a sociedade".

Fernando Collor é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, a denúncia foi oferecida em agosto do ano passado ao Supremo e é mantida até o momento em segredo de Justiça. 

Notícias relacionadas

[Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado]
Política

Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado

Por Augusto Romeo no dia 13 de Abril de 2021 ⋅ 08:40 em Política

Aliados do governo preparam ofensiva, e ala do STF tenta maioria para que comissão só precise ser instalada após fim da pandemia