Política

"Não tem condições morais", diz presidente da OAB sobre volta de Delcídio

Após passar três meses preso, o senador Delcídio do Amaral deve voltar a exercer suas funções nesta semana. Mas, para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, e o senador "não tem condições morais" para reassumir sua vaga. O petista é acusado de de obstruir as investigações da Lava Jato. [Leia mais...]

[
Foto : Reprodução/Época

Por Bárbara Silveira no dia 22 de Fevereiro de 2016 ⋅ 14:22

Após passar três meses preso, o senador Delcídio do Amaral deve voltar a exercer suas funções nesta semana. Mas, para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, e o senador "não tem condições morais" para reassumir sua vaga. O petista é acusado de de obstruir as investigações da Lava Jato.

"As gravações tornadas públicas que mostram o teor da atuação do senador Delcídio do Amaral em favor de um dos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras são motivo para que ele não reassuma seu mandato", afirmou o presidente em entrevista à Folha.

"O senador Delcidio deve ter acesso à ampla defesa e ao devido processo legal nas ações que pesam contra ele, mas não tem, neste momento, condições morais de ocupar uma vaga no Senado da República. Afastá-lo do poder que o mandato lhe confere também protege o bom andamento das investigações", completou.

 

Notícias relacionadas

[Damares diz não ter dever de custear Memorial da Anistia]
Política

Damares diz não ter dever de custear Memorial da Anistia

Por Juliana Almirante no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 07:26 em Política

“Um Memorial da Anistia seria algo como o Memorial do Esquecimento”, diz o texto enviado pelo ministério ao MPF, que questionou cancelamento de obra