Política

Acordo de delação premiada na Operação Lava Jato é acertado por Delcídio

Um acordo de delação premiada em troca de uma possível redução de pena, foi firmado entre o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e a Procuradoria Geral da República (PGR). [Leia mais...]

[ Acordo de delação premiada na Operação Lava Jato é acertado por Delcídio]
Foto : Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 03 de Março de 2016 ⋅ 12:18

Um acordo de delação premiada em troca de uma possível redução de pena, foi firmado entre o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e a Procuradoria Geral da República (PGR). Ex-líder do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), o senador deixou a prisão no dia 19 de fevereriro, após ter ficado 87 dias detido acusado de tentar interferir nas investigações da Operação Lava Jato.

Na delação, Delcídio citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff, conforme revelou edição da revista Isto É que circula nesta quinta-feira (3). Segundo informações do G1, o acordo foi confirmado mas ainda não está homologado porque um dos pontos foi objeto de questionamento e ainda está sendo ajustado. Agora, caberá ao relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki, decidir se vai homologar o acordo ou não.

De acordo com a revista Isto É, Delcídio disse que Lula tinha conhecimento do esquema de corrupção que atuava na Petrobras, que agiu pessoalmente para barrar as investigações da Lava Jato e que seria o mandante do pagamento para tentar comprar o silêncio de testemunhas.

 

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo