Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Domingo, 19 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Em meio a conflitos com Lira, Lula libera emendas de aliados no Congresso

Política

Em meio a conflitos com Lira, Lula libera emendas de aliados no Congresso

Governo autorizou R$ 2,4 bilhões em repasses nesta semana.

Em meio a conflitos com Lira, Lula libera emendas de aliados no Congresso

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Por: Metro1 no dia 17 de abril de 2024 às 17:28

Atualizado: no dia 17 de abril de 2024 às 17:54

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liberou, nesta semana, emendas que privilegiam aliados na distribuição de verba ao Congresso Nacional. Cerca de R$2,4 bilhões foram autorizados, e os repasses atendem principalmente a pedidos de senadores e deputados mais próximos ao governo.

A liberação do montante ocorre em meio a votações importantes do governo, como uma folga de R$15 bilhões no Orçamento deste ano e a análise de vetos, prevista para a próxima semana.

As principais liberações até o momento foram das emendas individuais. O senador Eduardo Braga (MDB-AM) conseguiu o repasse de R$ 63 milhões, quase todo o montante do ano. Outros aliados do governo, como os senadores Marcelo Castro (MDB-PI), Otto Alencar (PSD-BA) e Davi Alcolumbre (União-AP), receberam entre R$ 26 milhões e R$ 34 milhões.

Já os senadores de oposição, como Damares Alves (Republicanos-DF) e Jorge Seif (PL-SC), ficaram com R$ 810 mil e R$ 700 mil, respectivamente. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), recebeu o aval no valor de R$ 24 milhões. Já o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), não teve emendas repassadas ainda.

Lira vive uma relação conflituosa com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), responsável pela articulação política do governo. A tensão chegou a seu auge na semana passada, quando o presidente da Câmara declarou que tem o chefe da pasta como um “desafeto pessoal”. Como forma de retaliação, o parlamentar indicou a aliados para dar seguimento a diversos pedidos da oposição bolsonarista.