Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

PSOL pede que Eduardo Bolsonaro e Gustavo Gayer sejam incluídos nos inquéritos do 8 de Janeiro por articular punições internacionais ao Brasil

Política

PSOL pede que Eduardo Bolsonaro e Gustavo Gayer sejam incluídos nos inquéritos do 8 de Janeiro por articular punições internacionais ao Brasil

Alexandre de Moraes vai avaliar o pedido do PSOL, que foi anexado aos inquéritos do 8 de Janeiro

PSOL pede que Eduardo Bolsonaro e Gustavo Gayer sejam incluídos nos inquéritos do 8 de Janeiro por articular punições internacionais ao Brasil

Foto: Reprodução/Redes sociais

Por: Metro1 no dia 18 de abril de 2024 às 19:12

O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) inclua os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e Gustavo Gayer (PL-GO) no inquérito que investiga os ataques do 8 de Janeiro. 

O pedido traz como referência uma reportagem da Agência Pública, que aponta como Eduardo Bolsonaro e lidera uma comitiva de deputados que articula apoio internacional nos Estados Unidos para punições ao Brasil. O grupo alega que o país estaria vivendo uma "ditadura de esquerda". O filho do ex-presidente negou, nas redes sociais, ter defendido punições ao país.

O PSOL protocolou o pedido na última segunda-feira (15). Segundo a sigla, a viagem desses deputados aos Estados Unidos e outras articulações internacionais expõem uma “insistência da extrema direita brasileira em buscar apoio internacional" para alimentar a narrativa de que que há uma “preocupante crise democrática em curso no Brasil, e, assim, de fato, criar uma real crise nas instituições democráticas do país".

Alexandre de Moraes vai avaliar o pedido do PSOL, que foi anexado aos inquéritos do 8 de Janeiro, cujo relator é próprio ministro.