Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 12 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Ex-secretário demitido por leilão do arroz se diz "chateado" com governo

Política

Ex-secretário demitido por leilão do arroz se diz "chateado" com governo

Exoneração aconteceu após o governo federal anular o pregão para importação de 263 mil toneladas de arroz

Ex-secretário demitido por leilão do arroz se diz "chateado" com governo

Foto: Câmara dos Deputados

Por: Metro1 no dia 18 de junho de 2024 às 14:52

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller afirmou nesta terça-feira (18) ter sido contrário ao leilão do arroz, anulado pelo governo, sobre o qual pairam suspeitas de fraude

Em audiência na Câmara, ele se disse "chateado" com a demissão e, apesar de afirmar que não "sairia atirando" contra os governistas, reforçou que não será bode expiatório do leilão. A exoneração dele aconteceu em 12 de junho, após o governo federal anular o pregão para importação de 263 mil toneladas de arroz. Geller definiu o leilão como "um equívoco político do governo".

"Fiquei chateado, sim, com o ministro da Agricultura com a forma como eu saí do governo. Não saí a pedido. Não seria justo (a saída por espontânea vontade) com a sociedade e não seria correto porque no nosso entendimento não houve má fé. Houve um equívoco político na condução do leilão", afirmou. Duas empresas criadas por um ex-assessor de Neri Geller — Bolsa de Mercadorias de Mato Grosso (BMT) e Foco Corretora de Grãos — intermediaram a venda do arroz pelo leilão.