METROPOLE

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Política

OAB e deputados recorrem ao STF contra manobra de Eduardo Cunha

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e deputados federais do PT, PMDB, PPS, PSB, PCdoB, PSOL e PDT confirmaram nesta quinta-feira (2) que irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a aprovação da redução da maioridade penal na Câmara. [Leia mais...]

OAB e deputados recorrem ao STF contra manobra de Eduardo Cunha

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Por: Juliana Almirante no dia 03 de julho de 2015 às 07:34

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e deputados federais do PT, PMDB, PPS, PSB, PCdoB, PSOL e PDT confirmaram nesta quinta-feira (2) que irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a aprovação da redução da maioridade penal na Câmara. Em nota, a OAB afirmou que, se a medida também for aprovada no Senado, entrará com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo.

O presidente da OAB nacional, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, argumenta que a decisão de tentar reverter a manobra do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ)  que resultou na aprovação da medida é baseada na Constituição. "Temos de ter a clareza que a alteração tópica da redação de uma PEC não é suficiente para retirar um fato: a matéria foi rejeitada em um dia e aprovada no dia seguinte. É justamente esse fenômeno que a constituição proíbe. Respeitamos os poderes da República e a Constituição", defendeu.

Já o deputado Alessandro Molon (PT-RJ), com apoio de vários outros parlamentares, entrará na próxima terça-feira com um mandado de segurança no STF contra Cunha por causa da atitude dele de refazer votações sobre um mesmo tema até sair vitorioso.

TV METRO

Comentários

Silvio Humberto

Em 13 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
OAB e deputados recorrem ao STF contra manobra de Eduardo Cunha - Metro 1