Política

Ângelo Coronel rebate Nilo e defende bloco do PSL

Após o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia Marcelo Nilo (PSL) questionar a criação do bloco independente formado por seis deputados do seu partido, em discurso durante a sessão realizada nesta terça-feira (7), o atual presidente da Casa, Ângelo Coronel (PSD), afirmou que os questionamentos do seu antecessor não são pertinentes. [Leia mais...]

[Ângelo Coronel rebate Nilo e defende bloco do PSL]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Luiza Leão e Matheus Morais no dia 07 de Março de 2017 ⋅ 18:32

Após o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia Marcelo Nilo (PSL) questionar a criação do bloco independente formado por seis deputados do seu partido, em discurso durante a sessão realizada nesta terça-feira (7), o atual presidente da Casa, Ângelo Coronel (PSD), afirmou que os questionamentos do seu antecessor não são pertinentes. 

"Já é uma praxe da casa e já houve em outras legislaturas. Quando um partido não estava se sentindo bem em um bloco da maioria ou da minoria, fez um requerimento e simplesmente saiu do bloco. Inclusive, em uma das vezes, Marcelo era presidente e foi ele mesmo quem deferiu a criação de um bloco independente", disse Coronel ao Metro1. Segundo ele, ainda que essa especificação não esteja no regimento ela é "legítima".

Ainda de acordo o presidente da Assembleia, a criação de um novo bloco não irá resultar em atuações opostas ao governo. "Ele vai simplesmente atuar com independência da Casa. O bloco não vai ouvir o líder da maioria, mas vai atuar independentemente. Com a criação desse bloco, a aprovação de um projeto vai demandar a assinatura da minoria, da maioria e do independente", explicou.

Marcelo Nilo declarou mais cedo, durante sessão na Casa, que não poderia aceitar essa "quebra" do regimento. "Não existe bloco independente no regimento [...] não posso aceitar a quebra do regimento dessa Casa, para existir um bloco teria que ter um projeto de lei. Não existe no regimento a possibilidade do bloco independente", disse o ex-presidente da Al-Ba.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar