Política

Leão nega rixa com prefeitura por "paternidade" do metrô: "Do povo da Bahia"

O vice-governador e secretário de Planejamento do estado, João Leão, negou que haja disputa do governo estadual com a Prefeitura de Salvador pela "paternidade" da obra do metrô da capital baiana. [Leia mais...]

[Leão nega rixa com prefeitura por
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 09:49

O vice-governador e secretário de Planejamento do estado, João Leão, negou que haja disputa do governo estadual com a Prefeitura de Salvador pela "paternidade" da obra do metrô da capital baiana.

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (10), Leão ressaltou que "precisa da parceria com o município". "O pai do metrô somos todos nós. Não quero tocar fogo na história, preciso dessa parceria com o município de Salvador. Eu quero fazer uma ponte ligando Salvador a Itaparica. O metrô era sonho ou não era?", questionou. 

Ainda na entrevista, João Leão afirmou que as obras do metrô estão caminhando dentro do cronograma normal. Segundo ele, a previsão é que a inauguração do sistema aconteça em dezembro de 2017, contudo pode ser antecipada para agosto ou setembro.

"Se a coisa continuar no ritmo que vai e se tiver dinheiro. A situação atual é a seguinte: o governo, em função da crise, desde a época de Dilma [Rousseff]. Não vamos crucificar Michel [Temer]. O estado com toda dificuldade vem bancando isso", pontuou. 

"Então, a responsabilidade dessa obra é 100% do governo da Bahia. Mas agradecemos a parceria do governo federal e do município. Precisamos agilizar o processo de alimentação do metrô. Nós estamos em uma situação de paz e amor. O terreno quem cedeu foi o município. A prefeitura tomou do governo federal R$ 2 bi e pouco, com recursos do governo Lula, que vieram para o metrô. A gente tem que dar o mérito a quem tem. É uma obra que não tem dono, é obra do povo da Bahia. O que queremos é agilizar o mais rápido possível", destacou. 

Notícias relacionadas