Política

Alvo da Operação Carne Fraca, frigorífico doou R$ 200 mil a ministro da Justiça

Alvo da Operação Carne Fraca deflagrada nesta sexta-feira (17), por suspeita de pagar propinas a fiscais agropecuários federais, a empresa JBS doou em 2014 R$ 200 mil à campanha do atual ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR), que tentava a vaga na Câmara dos Deputados. [Leia mais...]

[Alvo da Operação Carne Fraca, frigorífico doou R$ 200 mil a ministro da Justiça]
Foto : Wenderson Araujo/Gazeta do Povo

Por Matheus Simoni no dia 17 de Março de 2017 ⋅ 14:45

Alvo da Operação Carne Fraca deflagrada nesta sexta-feira (17), por suspeita de pagar propinas a fiscais agropecuários federais, a empresa JBS doou em 2014 R$ 200 mil à campanha do atual ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR), que tentava a vaga na Câmara dos Deputados. O valor foi doado primeiro ao diretório nacional do PMDB, que repassou para a campanha do atual ministro.

Ao todo, a campanha teve uma arrecadação total de R$ 1,4 milhão. O nome do ministro apareceu nos grampos da investigação, que identificaram um diálogo dele com o fiscal agropecuário Daniel Gonçalves Filho, superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná entre 2007 e 2016. Carne Fraca aponta Daniel Gonçalves como o ‘líder da organização criminosa’.

No diálogo, Osmar Serraglio se refere a Daniel Gonçalves como "grande chefe". A Polícia Federa encaminhou à Justiça, com sugestão para envio à Procuradoria-Geral da República, relatório que cita Serraglio. Como deputado federal pelo PMDB do Paraná, o atual ministro da Justiça detém prerrogativa de foro perante o Supremo Tribunal Federal.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro tira Joice Hasselmann de liderança do governo ]
Política

Bolsonaro tira Joice Hasselmann de liderança do governo 

Por Alexandre Galvão no dia 17 de Outubro de 2019 ⋅ 14:15 em Política

Joice foi escolhida líder do governo em fevereiro, pela indicação dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP)