Política

Nome de MK é incluído na lista de Janot: 'Se há alguma denúncia, tem que ser investigada'

Mário Kertész está na lista de pedidos de abertura de inquérito do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A solicitação de investigação foi encaminhada para a Justiça Federal da Bahia (JF-BA) por ausência de foro privilegiado. [Leia mais...]

[Nome de MK é incluído na lista de Janot: 'Se há alguma denúncia, tem que ser investigada']
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 12 de Abril de 2017 ⋅ 07:18

Mário Kertész está na lista de pedidos de abertura de inquérito do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A solicitação de investigação foi encaminhada para a Justiça Federal da Bahia (JF-BA) por ausência de foro privilegiado. Mário foi candidato à prefeito de Salvador em 2012.

Na manhã desta quarta-feira (12), MK se posicionou sobre o caso na Rádio Metrópole. 'Se há alguma denúncia, ela tem que ser investigada e estou totalmente à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos necessários. A gente começa de casa, pelo exemplo. Não sei do que sou acusado, no passado teve o apelido Roberval, de que eu teria recebido ajuda da Odebrecht. Não conheço dados, não conheço nada e não vou entrar em conversa padrão', disse.

No total, são 201 petições de Janot encaminhadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) para instâncias inferiores do Judiciário. Os nomes do prefeito ACM Neto (DEM), Geddel Vieira Lima (PMDB) e Jaques Wagner (PT) também estão na lista.

Ouça comentário na íntegra:

Notícias relacionadas