Política

PSOL vai ao Supremo pedir inconstitucionalidade da EC dos gastos públicos

Nesta quinta-feira (13), o PPartido Socialismo e Liberdade (PSOL) ajuizou perante o Supremo Tribunal Federal uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN 5680) contra a Emenda Constitucional (EC) 95/2016, que estabeleceu teto para os gastos públicos da União por 20 anos. [Leia mais...]

[PSOL vai ao Supremo pedir inconstitucionalidade da EC dos gastos públicos]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 13 de Abril de 2017 ⋅ 17:25

Nesta quinta-feira (13), o PPartido Socialismo e Liberdade (PSOL) ajuizou perante o Supremo Tribunal Federal uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN 5680) contra a Emenda Constitucional (EC) 95/2016, que estabeleceu teto para os gastos públicos da União por 20 anos.

De acordo com a legenda, a norma ofende preceitos constitucionais e altera \'pactos jurídico-políticos que estruturaram o Estado brasileiro e consolidam uma maneira muito específica, particular e ideologicamente orientada de entender qual a política econômica deve ser vista como correta\'. O PSOL ainda sustentou que a EC tem como efeitos o aumento da desigualdade e a piora da qualidade de vida no Brasil, com graves impactos negativos na saúde, na assistência social e na educação.

O partido requereu a concessão da medida cautelar para a suspensão imediata dos efeitos da emenda e, no mérito, a declaração da inconstitucionalidade do artigo 1º, resultando na inconstitucionalidade dos artigos 106 a 114 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (inseridos pela EC 95/2016).

Notícias relacionadas

['Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno]
Política

'Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 12:20 em Política

Em entrevista ao Estadão, ex-ministro também disse acreditar que indicação de Eduardo Bolsonaro como embaixador serve para atender a um "capricho" do filho do presidente