Política

\'Janot está criminalizando a política\', diz procurador da República

Um dos principais responsáveis pela descoberta, apuração e denúncia de um megaescândalo precursor da Lava Jato – o chamado caso Banestado –, o procurador da República Celso Antônio Três criticou, em entrevista ao jornal Estadão, a forma como autoridades, especificamente o procurador-geral Rodrigo Janot, vêm conduzindo a operação. [Leia mais...]

[\'Janot está criminalizando a política\', diz procurador da República]
Foto : Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 07 de Maio de 2017 ⋅ 15:21

Um dos principais responsáveis pela descoberta, apuração e denúncia de um megaescândalo precursor da Lava Jato – o chamado caso Banestado –, o procurador da República Celso Antônio Três criticou, em entrevista ao jornal Estadão, a forma como autoridades, especificamente o procurador-geral Rodrigo Janot, vêm conduzindo a operação.

\'Os colegas que estão fazendo a Lava Jato já têm um lugar na história – porque realmente é uma grande obra, e merecem todos os louvores. Mas aí vem a maneira de fazê-lo, e isso faz toda a diferença. A forma de conduzir. A título de punir ato de corrupção de políticos, o nosso chefe, procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está criminalizando a política\', afirmou.

Já tendo trabalhado com o juiz Sérgio Moro, um dos responsável pela Lava Jato na primeira instância, o procurador elogiou a operação, mas afirmou ser necessário ter um olhar mais cuidadoso com as delações. 

Notícias relacionadas