Política

Temer revela a Otto que precisaria "conversar com o DEM" antes de liberar empréstimo para Rui

O presidente do PSD na Bahia e senador, Otto Alencar, voltou a conversar com Mário Kertész, na Rádio Metrópole, no início da tarde desta quarta-feira (2), sobre o empréstimo para o governo de Rui Costa (PT), barrado pelo presidente Michel Temer (PMDB). O dinheiro serviria para investimentos em estradas, saúde e educação. [Leia mais...]

[Temer revela a Otto que precisaria
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento no dia 02 de Agosto de 2017 ⋅ 12:33

O presidente do PSD na Bahia e senador, Otto Alencar, voltou a conversar com Mário Kertész, na Rádio Metrópole, no início da tarde desta quarta-feira (2), sobre o empréstimo para o governo de Rui Costa (PT), barrado pelo presidente Michel Temer (PMDB). O dinheiro serviria para investimentos em estradas, saúde e educação. Otto revelou ter conversado com o peemedebista por telefone e afirmou que Temer acabou evidenciando a "retaliação" ao dizer que precisava, antes de liberar qualquer coisa, comunicar ao DEM.

"Desde a semana retrasada que publicaram aquele contrato no Diário Oficial, que é um empréstimo de direito da Bahia. Era pra ter assinado na semana passada, não assinou. Era pra ter assinado ontem, terça-feira, o governador Rui Costa ligou para o presidente do Banco do Brasil e sequer foi atendido e eu perguntei a Temer: 'Presidente, demora 15 dias para assinar um contrato que vai beneficiar saúde, educação? Ele falou de modo en passant: "Eu tenho que dar satisfação ao Democratas, que também é meu aliado. Tenho que dar satisfação pra não ter problema", contou.

Ouça na íntegra:

Leia mais:

Rui comenta empréstimo vetado e cita influência de “gente que detém meios de comunicação”

Notícias relacionadas