Política

Eduardo Cunha deve ser investigado por corrupção e lavagem de dinheiro

Conforme matéria publicada no O Globo desta quarta-feira (19), o Ministério Público Federal irá apresentar denúncia contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara. Ele deverá ser acusado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O foco da denúncia que será entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) é a acusação do empresário Júlio Almeida Camargo, que afirmou ter pago US$ 5 milhões em propina a Cunha.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Bárbara Gomes no dia 19 de Agosto de 2015 ⋅ 13:27

Conforme matéria publicada no O Globo desta quarta-feira (19), o Ministério Público Federal irá apresentar denúncia contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara. Ele deverá ser acusado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O foco da denúncia, que será entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), é a acusação do empresário Júlio Almeida Camargo, que afirmou ter pago US$ 5 milhões em propina a Cunha. 

Mas caberá ao STF aceitar a acusação, e caso isso aconteça, o presidente da Câmara vai ser réu em investigação por corrupção. Além de Cunha, o senador Ciro Nogueira (PI), presidente do PP também deverá ser indiciado. Ainda de acordo com a publicação do O Globo, que disse ter acesso ao documento que será entregue ao STF, o pagamento de propina para Cunha e outros políticos seria superior a US$ 40 milhões. O dinheiro foi ofertado em uma facilitação de assinaturas de contratos para alugar navios, envolvendo a Samsung Heavy Industries e a diretoria de Internacional da Petrobras.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões ]
Política

Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões

Por Danielle Campos no dia 18 de Janeiro de 2020 ⋅ 09:30 em Política

Mesmo após aprovar a iniciativa, o presidente Jair Bolsonaro diz ser contrário ao fundo eleitoral e pediu aos eleitores para não votarem em 2020 em candidatos que usem o...