Política

CPMI para apurar irregularidades em empréstimos do BNDES para JBS é instalada nesta terça pelo Congresso

Criada em maio pelo Congresso Nacional, somente nesta terça-feira (5) foi instalada a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura irregularidades em empréstimos realizado pelo grupo J&F, controladora da JBS, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).[Leia mais...]

[CPMI para apurar irregularidades em empréstimos do BNDES para JBS é instalada nesta terça pelo Congresso]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 05 de Setembro de 2017 ⋅ 15:55

Criada em maio pelo Congresso Nacional, somente nesta terça-feira (5) foi instalada a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura irregularidades em empréstimos realizados pelo grupo J&F, controladora da JBS, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) foi eleito o presidente da CPMI e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), vice-presidente. Ainda não se definiu o relator.

A comissão havia sido criada no dia 30 de maio deste ano, depois da divulgação dos primeiros depoimentos dos irmãos Batista e do empresário do grupo J&F Ricardo Saud, porém, o colegiado ainda não havia iniciado as atividades. A instalação só aconteceu após a Procuradoria Geral da República anunciar investigações das delações dos empresários devido a supostas omissões nos depoimentos.

Dezessete titulares senadores e dezessete titulares deputados compõem a CPI. Dentro de 120 dias (que pode ser prorrogável por mais dois meses) o colegiado deverá apresentar um relatório final. A comissão tem como foco principal a investigação dos empréstimos concedidos pelo BNDES à JBS entre 2007 e 2016, nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff.

Notícias relacionadas