Política

Neto diz que não vai permitir "nuvem de suspeita" acima de secretários ligados ao PMDB

Depois de especulações sobre a saída de secretários ligados ao PMDB, o prefeito ACM Neto (DEM) negou que fará mais exonerações. A declaração foi dada ao Metro1, na manhã desta terça-feira (19), depois da coletiva de imprensa que anunciou alterações na equipe, no bairro de Valéria. [Leia mais...]

[Neto diz que não vai permitir
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 19 de Setembro de 2017 ⋅ 11:34

Depois de especulações sobre a saída de secretários ligados ao PMDB, o prefeito ACM Neto (DEM) negou que fará mais exonerações. A declaração foi dada ao Metro1, na manhã desta terça-feira (19), depois da coletiva de imprensa que anunciou alterações na equipe, no bairro de Valéria.

De acordo com Neto, os membros ligados ao PMDB, seguem com a sua confiança. "Não vou permitir que se coloque uma nuvem de suspeita sobre nenhum dos meus colaboradores. Os secretários que têm indicação política com o PMDB continuam tendo minha confiança. Mas, claro, se amanhã ou depois surgir alguma coisa sobre qualquer um na gestão, essa pessoa será afastada de imediato", disse.

Neto ainda lembrou da exoneração do ex-superintendente da Defesa Civil (Codesal), Gustavo Ferraz. "Nós fizemos uma mudança de imediato que foi na Defesa Civil, com a exoneração de Ferraz. Hoje, estou anunciando Sosthenes Macedo, que está preparadíssimo", acrescentou. O prefeito ainda afirmou que as alterações nas secretarias tem o objetivo de "oxigenar" o segundo mandato.

Notícias relacionadas