Política

Foro privilégiado não é ʹnecessariamente benefícioʹ, afirma criminalista

Em entrevista na Rádio Metrópole nesta segunda-feira (2), o advogado criminalista Gamil Föppel foi questionado sobre as vantagens do foro privilegiado concedido a políticos, mas afirmou não ver a proteção ʹnecessariamenteʹ como um ʹbenefícioʹ. [Leia mais...]

[Foro privilégiado não é ʹnecessariamente benefícioʹ, afirma criminalista]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Laura Lorenzo no dia 02 de Outubro de 2017 ⋅ 18:59

Em entrevista na Rádio Metrópole nesta segunda-feira (2), o advogado criminalista Gamil Föppel foi questionado sobre as vantagens do foro privilegiado concedido a políticos, mas afirmou não ver a proteção ʹnecessariamenteʹ como um ʹbenefícioʹ.

"Eu não enxergo no foro privilegiado necessariamente um beneficio. Isso é uma visão romanceada. Todas as vezes que as pessoas encontrarem uma inconsistência em um instituto, é necessário estudar a história desse instituto. Durante muito tempo, para investigar um deputado federal ou um senador era preciso licença. Se a Casa Legislativa não autorizasse ele não era investigado. Com a reforma, não precisa pedir a licença previa para investigar, o pedido é feito ao tribunal e não à Casa. Hoje, o Ministério vem fazendo investigações bastante incisivas. Muitas critica feitas ao foro são, ao meu ver, sem fundamento, e é necessário que as pessoas saibam que não são só os políticos que tem foro privilegiado. Para não ficar imaginando que quando se pensou na Constituição de 1988 se pensou no foro privilegiado exclusivamente para políticos. Isso não é verdade", argumentou o advogado.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial]
Política

Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Dezembro de 2019 ⋅ 14:28 em Política

Titulares das pastas da Educação, Casa Civil e Minas e Energia devem ser substituídos, segundo interlocutores do governo