Política

Eleição para novo presidente do PSDB de Salvador é suspensa pela Justiça

Foi determinada no último sábado (30), pela juíza substituta de Direito, Maria do Rosário Passos da Silva Calixto, a suspensão da eleição para a escolha do chefe do PSDB de Salvador, sob pena diária de R$ 50 mil até R$ 500 mil ao presidente estadual e deputado federal João Gualberto em caso de descumprimento. [Leia mais...]

[Eleição para novo presidente do PSDB de Salvador é suspensa pela Justiça]
Foto : Divulgação/ PSDB

Por Matheus Morais no dia 03 de Outubro de 2017 ⋅ 09:54

Foi determinada no último sábado (30), pela juíza substituta de Direito, Maria do Rosário Passos da Silva Calixto, a suspensão da eleição para a escolha do chefe do PSDB de Salvador, sob pena diária de R$ 50 mil até R$ 500 mil ao presidente estadual e deputado federal João Gualberto em caso de descumprimento.

O pedido foi feito pelo presidente do PSDB na Bahia, Edvaldo Luiz Costa Lins, que está no cargo desde que o vereador Paulo Câmara assumiu a Secretaria de Assuntos Federativos em Brasília.

De acordo com a decisão, Lins foi eleito para o cargo durante a Convenção Municipal do PSDB em 7 de maio deste ano, segundo ele, “anuída tacitamente pela própria Executiva Estadual”, ao arcar “com pagamento das despesas referentes às publicações dos editais”. Contudo, o diretório nacional do partido expediu uma resolução para a realização de novas eleições.

Notícias relacionadas