Política

No Twitter, Temer diz que enfrentará mais uma denúncia sem sentido e proposta por criminosos

O presidente Michel Temer recebe durante esta terça-feira (3) pelo menos 44 deputados no Palácio do Planalto. A informação foi publicada no Twitter do presidente, que afirmou que o diálogo com os parlamentares da base é um rotina que sempre teve e que é “fundamental para a harmonia entre os poderes”. [Leia mais...]

[No Twitter, Temer diz que enfrentará mais uma denúncia sem sentido e proposta por criminosos]
Foto : Agência Senado

Por Paloma Morais no dia 03 de Outubro de 2017 ⋅ 16:37

O presidente Michel Temer recebe durante esta terça-feira (3) pelo menos 44 deputados no Palácio do Planalto. A informação foi publicada no Twitter do presidente, que afirmou que o diálogo com os parlamentares da base é um rotina que sempre teve e que é “fundamental para a harmonia entre os poderes”. São recebidos nesta terça deputados do PMDB, PSDB, PP, PSB, PSD, Pode, Avante, SD, PR, PSC, PRP, PRB, PHS, DEM, PTB e PSL. Também estão na lista os ministros do Esporte, Leonardo Picciani, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e o presidente da Oi, Marco Schroeder.

A reunião com os deputados se dá em um momento em que a segunda denúncia oferecida contra ele pela Procuradoria-Geral da República já está na Câmara dos Deputados e seu prosseguimento ao Supremo Tribunal Federal (STF) deverá ser votada, de acordo com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, neste mês de outubro. Sobre o assunto, Temer também "twitou", afirmando que vai lidar com “mais uma denúncia inepta e sem sentido, proposta por uma associação criminosa que quis parar o país”.

Sem citar nomes, Temer ainda disse que o país "não será pautado pela irresponsabilidade e falta de compromisso de alguém que se perdeu pelas próprias ambições”.

Notícias relacionadas

[Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves]
Política

Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 08:32 em Política

Um dos alvos seria o banqueiro e dono do BTG, André Esteves. A casa e a sede do banco de Esteves são alvos de busca e apreensão