Política

Escolha de tucano para relatar denúncia contra Temer gera polêmica na CCJ

A escolha do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) como relator da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) gerou polêmica entre os membros do colegiado, que se reuniram pela primeira vez após o anúncio do nome do tucano nesta terça-feira (3). [Leia mais...]

[Escolha de tucano para relatar denúncia contra Temer gera polêmica na CCJ]
Foto : Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Por Laura Lorenzo no dia 03 de Outubro de 2017 ⋅ 18:19

A escolha do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) como relator da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) gerou polêmica entre os membros do colegiado, que se reuniram pela primeira vez após o anúncio do nome do tucano nesta terça-feira (3).

Enquanto parlamentares da base do governo defenderam a escolha de Bonifácio, a oposição tem se colocado contra a decisão de colocar o tucano no cargo. Integrantes da ala do PSDB que defende o desembarque do governo também criticaram a escolha do parlamentar. O relator, contudo, tem dito que não pretende abrir mão da função.

Como relator, Bonifácio deverá elaborar um parecer a favor ou contra o prosseguimento da acusação. Depois de votado na CCJ, seguirá para o plenário da Câmara. O fato do tucano ter votado a favor de Temer na primeira denúncia contra o peemedebista desagradou bastante a oposição.

Temer é acusado de organização criminosa e obstrução à Justiça, junto com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral), que respondem pelo primeiro crime.

Notícias relacionadas