Política

Rui cita "aves agourentas" e diz que vai fazer obra "com ou sem apoio federal"

O governador Rui Costa (PT) conversou com José Eduardo, em entrevista à Rádio Metrópole nesta sexta-feira (6) e lamentou as "aves agourentas", que egundo ele, "não gostam e conspiram contra a Bahia". Na ocasião, o governador falou sobre o contrato de duplicação da estrada Ilhéus - Itabuna, que deve acontecer na segunda-feira. Apesar do anúncio que participaria do evento, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, ainda não confirmou presença. Mas segundo Rui, a obra vai acontecer "com ou sem apoio do governo Federal" [Leia mais...]

[Rui cita
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 06 de Outubro de 2017 ⋅ 08:58

O governador Rui Costa (PT) conversou com José Eduardo, em entrevista à Rádio Metrópole nesta sexta-feira (6) e lamentou as "aves agourentas", que segundo ele, "não gostam e conspiram contra a Bahia". Na ocasião, o governador falou sobre o contrato de duplicação da estrada Ilhéus - Itabuna, que deve acontecer na segunda-feira. Apesar do anúncio que participaria do evento, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, ainda não confirmou presença. Mas segundo Rui, a obra vai acontecer "com ou sem apoio do governo Federal".

"Eu combinei com o ministro a duplicação da estrada Ilhéus/Itabuna e nós vamos assinar o contrato na segunda-feira, às 9h. O ministerio divulgou o convite, mas ainda não recebi confirmaçao. Mas a assinatura está mantida, vamos fazer uma dos maiores atos da história daquela região. Se esperou pela barragem do Rio Colônia e a barragem está pronta. Muitos anos se esperou por universidades, agora têm universidades. Muito se esperou por um novo hospital e em breve vamos inaugurar um novo hospital. Mesmo aqueles que querem trabalhar contra a Bahia não vão vencer a Bahia", bradou Rui.

O governador continou dizendo que a tradição de luta da Bahia tem que ser mantida. "Não adianta as aves agourentas trabalharem contra a Bahia. Irei fazer essa obra com os recursos da Bahia. Eu estou garantindo, com ou sem recurso federal, eu farei a obra com recursos próprios. Não será a mesquinharia de alguns que vai impedir da obra chegar", completou. 

>>>Rui critica "negociações" que atrapalham a Bahia: "Gente covarde que esconde seu nome"

Empréstimo barrado iniciou atrito
O atrito envolvendo o Governo da Bahia e o Governo Federal começou em agosto após o Banco do Brasil travar o empréstimo de R$ 600 milhões liberado para a Bahia. De acordo com o governador, que já entrou com uma ação na Justiça contra o BB, houve falta de honestidade no bloqueio do montante que deveria ser repassado para o estado. De acordo com o senador Otto Alencar (PSD), o dinheiro foi vetado após pressão do Democratas, partido do prefeito ACM Neto.

Notícias relacionadas