Política

ʹConduta heroicaʹ, diz delegado sobre professora que lutou com criminoso antes de morrer em creche

Vítima de incêndio criminal a creche, a professora Helley Abreu Batista, que entrou em luta corporal com o autor do crime para tentar salvar seus alunos da ação, teve a conduta elogiada pelo delegado responsável pelo caso, Bruno Fernandes Barbosa. \"A conduta dela foi heroica, ela mostrou que estava ali realmente pra proteger todas aquelas crianças\", disse, em entrevista ao portal G1. [Leia mais...]

[ʹConduta heroicaʹ, diz delegado sobre professora que lutou com criminoso antes de morrer em creche]
Foto : Reprodução/ Facebook

Por Luiza Leão no dia 06 de Outubro de 2017 ⋅ 14:45

Vítima de incêndio criminal em creche, a professora Helley Abreu Batista, que entrou em luta corporal com o autor do crime para tentar salvar seus alunos da ação, teve a conduta elogiada pelo delegado responsável pelo caso, Bruno Fernandes Barbosa. \"A conduta dela foi heroica, ela mostrou que estava ali realmente pra proteger todas aquelas crianças\", disse, em entrevista ao portal G1. O caso ocorreu na quinta-feira (5), no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, em Janaúba, interior de Minas Gerais. Além da professora, que teve 90% do corpo queimado, cinco crianças morreram. A educadora era casada e deixa três filhos, de 1, 11 e 13 anos.

De acordo com a perícia, o segurança da creche fechou três salas, onde havia entre 55 e 60 pessoas. Em seguida, ele tirou um galão da mochila, jogou álcool nas crianças e ateou fogo. As chamas se espalharam por outras salas. O homem teria ainda segurado as crianças, para impedir que elas saíssem.

Segundo o Instituto Médico Legal morreram:

- Ana Clara Ferreira Silva, 4 anos
- Luiz Davi Carlos Rodrigues, 4 anos
- Juan Pablo Cruz dos Santos, 4 anos
- Juan Miguel Soares Silva, 4 anos
- Renan Nicolas Santos, 4 anos
- Helley Abreu Batista, professora, 43 anos

Notícias relacionadas