Política

Em manifestação ao STF, Dodge aponta Geddel como líder de organização criminosa

Em manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apontou o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) como \"líder de organização criminosa\", afirmando que ele \"fez muito em pouco tempo\", se referindo às denuncias feitas contra o peemedebista. [Leia mais...]

[Em manifestação ao STF, Dodge aponta Geddel como líder de organização criminosa]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/EBC//FotosPúblicas

Por Laura Lorenzo no dia 19 de Outubro de 2017 ⋅ 17:29

Em manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apontou o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) como \"líder de organização criminosa\", afirmando que ele \"fez muito em pouco tempo\", se referindo às denuncias feitas contra o peemedebista.

Na manifestação, documento datado da última segunda-feira (16), Dodge defende a manutenção da prisão de Geddel, negando as argumentações dos advogados do ex-ministro. \"Em um primeiro momento, Geddel violou a ordem pública e pôs em risco a aplicação da lei ao embaraçar investigação de crimes praticados por organização criminosa. Num segundo momento, passados nem dois meses do primeiro, reiterou a prática ao ocultar mais de R$ 50 milhões de origem criminosa. Fez muito em pouco tempo\", afirmou ela.

Geddel foi preso no dia 8 de setembro, pela segunda vez, na operação Tesouro Perdido, quando encontraram um bunker com R$ 51 milhões em dinheiro atribuído a ele. Na época, ele cumpria prisão domiciliar.

Notícias relacionadas

[Podemos decide expulsar Marco Feliciano]
Política

Podemos decide expulsar Marco Feliciano

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:00 em Política

Em nota, deputado se disse orgulhoso de ter sido expulso da legenda por apoiar Bolsonaro