Política

Relatório final da CPI da Previdência conclui que déficit é inexistente

O senador Hélio José (PROS-DF) apresentou nesta segunda-feira (23) o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência. O texto de 253 páginas é a conclusão da investigação sobre as contas do seguro social no país e afirma que é possível afirmar, com convicção, que inexiste déficit da Previdência Social ou da Seguridade Social" no Brasil. [Leia mais...]

[Relatório final da CPI da Previdência conclui que déficit é inexistente]
Foto : Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Por Laura Lorenzo no dia 23 de Outubro de 2017 ⋅ 16:28

O senador Hélio José (PROS-DF) apresentou, nesta segunda-feira (23), o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência. O texto de 253 páginas é a conclusão da investigação sobre as contas do seguro social no país e diz que "é possível afirmar, com convicção, que inexiste déficit da Previdência Social ou da Seguridade Social" no Brasil.

No entendimento do relator da CPI, os dados e argumentos defendidos pelo governo Michel Temer para propor a reforma da Previdência, em discussão no Congresso Nacional, apresentam "falhas graves" e inconsistências". "São absolutamente imprecisos, inconsistentes e alarmistas os argumentos reunidos pelo governo federal sobre a contabilidade da Previdência Social, cujo objetivo é a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 287, de 2016", afirmou o senador.

"O grande argumento do governo em sua empreitada de mudança da previdência se relaciona à questão da existência de um déficit previdenciário perene e explosivo. Trata-se de uma afirmativa que, apesar de repisada pelo governo, não é respaldada por grande parte dos estudiosos", completou.

Notícias relacionadas