Política

STF determina que Raquel Dodge avalie vazamento de delação da Odebrecht

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin submeteu à avaliação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se houve eventual crime e ainda quem seriam os responsáveis pelo vazamento de informações da delação da Odebrecht, no que se refere à irregularidades cometidas pela empreiteira em países estrangeiros. [Leia mais...]

[STF determina que Raquel Dodge avalie vazamento de delação da Odebrecht]
Foto :Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 26 de Outubro de 2017 ⋅ 16:55

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin submeteu à avaliação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se houve eventual crime e ainda quem seriam os responsáveis pelo vazamento de informações da delação da Odebrecht, no que se refere à irregularidades cometidas pela empreiteira em países estrangeiros.

A Odebrecht apresentou ao STF uma petição afirmando que teria ocorrido desrespeito à manutenção do sigilo do acordo de colaboração da empresa, homologado pela Corte, especificamente na parte internacional. Fachin argumentou, na decisão, que o regimento interno do STF não prevê que a Corte processe qualquer comunicação de crime, e que por isso os autos devem ser encaminhados para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

\"Diante do exposto, encaminhe-se a petição apresentada, e os documentos que a instruem, à Procuradoria-Geral da República, substituindo-os por cópia\", determinou Fachi, em decisão publicada nesta quinta-feira (26).

Notícias relacionadas

[Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial]
Política

Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Dezembro de 2019 ⋅ 14:28 em Política

Titulares das pastas da Educação, Casa Civil e Minas e Energia devem ser substituídos, segundo interlocutores do governo