Política

Funaro diz que aliados de Temer integraram esquema de Cunha

O doleiro Lúcio Funaro acusou o líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE), o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro do governo Temer Geddel Vieira Lima, de integrarem um esquema de corrupção e desvio de verbas do fundo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). [Leia mais...]

[Funaro diz que aliados de Temer integraram esquema de Cunha]
Foto : Divulgação/MPF

Por Matheus Simoni no dia 30 de Outubro de 2017 ⋅ 17:22

O doleiro Lúcio Funaro acusou o líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE), o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro do governo Temer Geddel Vieira Lima, de integrarem um esquema de corrupção e desvio de verbas do fundo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Segundo o empresário, o grupo tinha como líder o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A afirmação foi feita na sexta-feira (27), durante uma audiência referente à operação Sépsis, que investiga desvios a partir de contratos da Caixa Econômica Federal. A íntegra do depoimento dele foi tornada pública nesta segunda-feira (31) pela Justiça Federal de Brasília.

Funaro firmou acordo de delação premiada homologado no Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro. A colaboração serviu de base para a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. O doleiro afirmou não ter \"ideia\" de como Cunha fazia o rateio da propina que o então deputado recebia por desvios no FGTS.

Ao ser questionado pelo procurador da República Anselmo Lopes sobre quais grupos seriam beneficiários, Funaro relatou a existência de \"várias\" subdivisões, citando integrantes do PMDB e do PSC, além de \"todo mundo que dava suporte a ele\". \"Posso definir, Henrique Eduardo Alves (ex-presidente da Câmara, preso em desdobramento da Lava Jato), Lúcio Vieira Lima, esse outro aí por último, esse aí que virou líder do governo André Moura, Manoel Junior lá da Paraíba (deputado federal), esse aí eu sei que foi pegadinha lá no meu escritório (sic), está na minha contabilidade\", declarou.

Notícias relacionadas