Política

Fachin nega pedido de Cunha para ser transferido para Brasília

O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, rejeitou o pedido da defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para que ele fosse transferido, definitivamente, de Curitiba para Brasília. [Leia mais...]

[Fachin nega pedido de Cunha para ser transferido para Brasília]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 31 de Outubro de 2017 ⋅ 12:40

O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, rejeitou o pedido da defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para que ele fosse transferido, definitivamente, de Curitiba para Brasília. Cunha está preso preventivamente em Curitiba, no Complexo Médico-Penal de Pinhais, desde outubro do ano passado, por causa da Operação Lava Jato.

Contudo, Cunha teve seu deslocamento temporário a Brasília autorizado pelo juiz Sérgio Moro neste mês para prestar depoimento na ação penal em que é réu na Operação Sépsis, cujos interrogatórios começaram na semana passada. Ele já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a mais de 15 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tendo negado seu direito de recorrer em liberdade.

A defesa de Eduardo Cunha queria que ele não voltasse para Curitiba, alegando que a permanência em Brasília facilitaria o contato com a família e com seus advogados, cujo escritório tem sede na capital. Fachin, que também expediu um outro mandado de prisão preventiva contra Cunha na Operação Patmos. O interrogatório de Cunha ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, responsável pela Operação Sépsis na 10a Vara Federal de Brasília, está marcado para a próxima segunda-feira (6).

Notícias relacionadas