Política

Câmara deve votar ʹprojetos polêmicosʹ na próxima semana, avalia Prates

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Leo Prates (DEM-BA), fez uma avaliação sobre a semana de trabalhos do Legislativo soteropolitano em entrevista ao Metro1 nesta segunda-feira (6). De acordo com o democrata, propostas consideradas \"polêmicas\" e de interesse do Executivo devem ser votadas na próxima semana. [Leia mais...]

[Câmara deve votar ʹprojetos polêmicosʹ na próxima semana, avalia Prates]
Foto : Divulgação/CMS/Antônio Queirós

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 06 de Novembro de 2017 ⋅ 15:38

 

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Leo Prates (DEM-BA), fez uma avaliação sobre a semana de trabalhos do Legislativo soteropolitano em entrevista ao Metro1 nesta segunda-feira (6). De acordo com o democrata, propostas consideradas \"polêmicas\" e de interesse do Executivo devem ser votadas na próxima semana.

\"A gente vai iniciar os debates no plenário sobre os projetos de empréstimos. São empréstimos importantes para Salvador. Um trata do Hospital de Salvador, de R$ 63 milhões, e R$ 12 milhões para obras no Centro Antigo. Outro empréstimo se refere a uma operação de crédito para um programa da Prefeitura de Salvador, o Proquali, com uma operação internacional. Iniciamos os debates amanhã. Na quarta-feira, iremos votar um projeto de lei que trata do cadastro de algumas empresas que querem fazer convênio com a Prefeitura de Salvador. Os empréstimos polêmicos devem ser votados até semana que vem\", disse Prates.

O pedido de empréstimo no valor de R$ 75 milhões junto a Caixa Econômica Federal foi feito pela Prefeitura no fim de outubro. Segundo a gestão municipal, o objetivo é a implantação do primeiro Hospital Municipal e Obras de Requalificação. O montante de R$ 63 milhões são destinados para as obras da unidade médica, que será inaugurada em Cajazeiras, e o restante, R$ 12 milhões, para o Centro Histórico da capital baiana.
 

Notícias relacionadas