Política

Leo Prates diz que DEM deve se tornar partido de centro-esquerda

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Leo Prates (DEM-BA), se posicionou favorável para que o partido Democratas se torne uma legenda com direcionamento político de centro-esquerda. Em entrevista ao Metro1, o edil destacou a gestão do prefeito e correligionário, ACM Neto, e tomou como exemplo as iniciativas do Executivo municipal. [Leia mais...]

[Leo Prates diz que DEM deve se tornar partido de centro-esquerda]
Foto : Valdemiro Lopes/CMS/Divulgação

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 07 de Novembro de 2017 ⋅ 16:10

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Leo Prates (DEM-BA), se posicionou favorável para que o partido Democratas se torne uma legenda com direcionamento político de centro-esquerda. Em entrevista ao Metro1 nesta terça-feira (7), o edil destacou a gestão do prefeito e correligionário, ACM Neto, e tomou como exemplo as iniciativas do Executivo municipal.

\"Eu sempre me disse como sendo um sujeito de centro. Acho que o DEM e a gestão do prefeito ACM Neto têm mostrado que é possível conciliar justiça social e desenvolvimento econômico. Porque as dicotomias de direita e esquerda se baseiam em um lado, que privilegia o desenvolvimento econômico, e outro lado que privilegia o desenvolvimento social. O prefeito ACM Neto, na nossa avaliação, tem mostrado que é possível conciliar os dois. Defendemos que o DEM vá para o centro-esquerda, para privilegiar ainda mais os mais pobres do nosso país, da nossa cidade e do nosso estado\", disse o vereador.

Ainda de acordo com Leo Prates, ao ser questionado pela reportagem, a mudança possibilitaria a vinda de deputados federais de partidos como o PSB, com o objetivo de formar novas alianças para as eleições presidenciais de 2018. \"Tenho lido as notícias e acompanhado a possível vinda de alguns deputados federais com ligações históricas com a esquerda. Acho que isso é positivo para o Democratas e positivo para o país. Nós vamos estabelecer esse debate interno, que sempre existiu. Eu e o prefeito ACM Neto defendemos desde o início as cotas raciais, enquanto outra ala do partido é contra. Isso engrandece a democracia. Temos que continuar avançado. Há esse desejo. Nós do Democratas da Bahia precisamos nos posicionar\", declarou.

Notícias relacionadas