Política

Temer admite saída do PSDB do governo e cogita antecipar reforma ministerial, diz jornal

O presidente Michel Temer já admite nos bastidores que é inevitável conter a saída do PSDB do governo. Segundo informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, em conversas com auxiliares e tucanos próximos ao Planalto, Temer já cogita antecipar uma reforma ministerial caso o desembarque do partido seja concretizado. [Leia mais...]

[Temer admite saída do PSDB do governo e cogita antecipar reforma ministerial, diz jornal]
Foto : Lula Marques/AGPT

Por Matheus Simoni no dia 08 de Novembro de 2017 ⋅ 16:37

O presidente Michel Temer já admite nos bastidores que é inevitável conter a saída do PSDB do governo. Segundo informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, em conversas com auxiliares e tucanos próximos ao Planalto, Temer já cogita antecipar uma reforma ministerial caso o desembarque do partido seja concretizado. A ideia inicial do presidente era manter os membros do PSDB até meados de abril de 2018, quando 17 ministros deixariam os cargos para disputar eleições.

Qualquer outra mudança antes disso poderia causar crises com a base aliada, segundo Temer. Ainda de acordo com a Folha, Michel Temer era contra a saída do PSDB do governo por acreditar que a legenda era de fundamental importância para a aprovação dos ajustes fiscais e da reforma da Previdência.

Na votação da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), no final de outubro, a maioria dos deputados do PSDB votou contra o presidente, acusado de corrupção passiva e formação de quadrilha.

Notícias relacionadas