Política

Sem reforma ministerial não há Previdência, aponta Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reuniu na manhã desta quinta-feira (9) com líderes governistas, ministros e com o presidente Michel Temer e apontou que, sem uma reforma ministerial, que está sendo pressionada pela base aliada, não existe chance da reforma da Previdência ser aprovada. [Leia mais...]

[Sem reforma ministerial não há Previdência, aponta Maia]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 09 de Novembro de 2017 ⋅ 14:20

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reuniu na manhã desta quinta-feira (9) com líderes governistas, ministros e com o presidente Michel Temer e apontou que, sem uma reforma ministerial, que está sendo pressionada pela base aliada, não existe chance da reforma da Previdência ser aprovada. “Nós temos um problema político, sem resolver o problema político, nada vai andar”, disse.

De acordo com o colunista do portal G1, Gerson Camarotti, Maia afirmou a interlocutores que a aprovação da reforma só será possível com duas condições: difundindo o discurso de que a reforma acaba com privilégios e resolvendo a questão política. Por isso, o governo aceitou reduzir a reforma a praticamente dois pontos: idade mínima e sistema único de previdência.

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, Maia afirmou que o texto do projeto não vai mais prever aumento do tempo mínimo de contribuição para 25 anos, ou seja, valerá a regra atual, de 15 anos e irá manter a elevação da idade mínima para aposentadoria em 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, que foram aprovadas pela comissão especial.

Notícias relacionadas