Política

Ao lado de Rui e Leão, Otto reitera apoio em 2018: "Somos uma figura só"

Presente na inauguração de um módulo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) na cidade de Itaberaba, na região da Chapada Diamantina, o senador Otto Alencar (PSD-BA), destacou que está ao lado do governador Rui Costa (PT-BA) e do vice João Leão (PP-BA) nas eleições de 2018. [Leia mais...]

[Ao lado de Rui e Leão, Otto reitera apoio em 2018:
Foto : Camila Souza/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 10 de Novembro de 2017 ⋅ 15:07

Presente na inauguração de um módulo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) na cidade de Itaberaba, na região da Chapada Diamantina, o senador Otto Alencar (PSD-BA), destacou que está ao lado do governador Rui Costa (PT-BA) e do vice João Leão (PP-BA) nas eleições de 2018. Durante discurso no palanque montado na cidade, ele reforçou a união ao petista.

"Nós três disputamos as eleições de 2014. Eu queria dizer em alto e bom som que nós somos uma figura só. Estaremos unidos sempre para trabalhar pela região. Nós estaremos unidos em 2018. Quero dizer para que não haja dúvida sobre esse respeito. As duas figuras têm o meu apoio nas eleições. Rui Costa para governador e João Leão para o lugar onde ele queira ficar. Às vezes não fica claro. Muita gente da imprensa perguntava sobre 2018. Estou dizendo isso para que fique claro", disse o senador.

Otto também fez críticas ao presidente Michel Temer e aos oposicionistas ao Governo do Estado. De acordo com o senador, membros dos diretórios baianos do PSDB e do DEM trabalham para atrapalhar a chegada de investimentos para a Bahia.

"Ele está trabalhando no momento mais difícil do governo da Bahia que é no cerco que o governo federal, liderado por Michel Temer e pelos tucanos e democratas aqui da Bahia, contra o governador para impedir que ele tenha o dinheiro para ajudar a população. O cerco do Banco do Brasil tirou R$ 600 milhões do empréstimo que o presidente assinou, o Banco do Brasil assinou, Henrique Meirelles assinou e até hoje o governador não recebeu. Sabe por que não recebeu? Porque os democratas e os tucanos não querem que ele traga investimento em saúde e educação aqui para a região", declarou.

Notícias relacionadas