Política

Presidente da Riachuelo descarta candidatura: ʹDescobrimos um jeito melhor de pautarʹ

"Não vou sair. Nós descobrimos uma maneira melhor de pautar nossas ideias e influir no movimento político: Movimento Brasil 200", afirmou, durante entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (1º). [Leia mais...]

[Presidente da Riachuelo descarta candidatura: ʹDescobrimos um jeito melhor de pautarʹ ]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 01 de Março de 2018 ⋅ 08:49

Cogitado para disputar a presidência da República, o presidente da Guararapes, controladora da Riachuelo, Flávio Rocha, negou a candidatura este ano. "Não vou sair. Nós descobrimos uma maneira melhor de pautar nossas ideias e influir no movimento político: Movimento Brasil 200", afirmou, durante entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (1º).

Na ocasião, ele classificou esta eleição como "a mais importante dos últimos tempos" e classificou o quatro como "nebuloso".

Ele aproveitou para explicar as ações do movimento. "Somos da direita democrática e a Ditadura Militar foi o período onde mais se estatizou. Esquerda é o que não deu certo. A primeira experiência de esquerda foi há 100 anos. A esquerda não convive com a democracia. O que queremos é um estado, um país como uma carruagem", acrescentou.

Notícias relacionadas