Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Lula condena auxílio-moradia do Judiciário

O ex-presidente disse ainda que quer voltar à Presidência para ser “julgado pelo povo brasileiro”. “Quero devolver a esse país o orgulho de ser brasileiro. Isso é possível, está ao nosso alcance. Eu trabalho com esse sonho, estou tranquilo. Estou muito mais tranquilo do que os que me julgaram”. [Leia mais...]

[Lula condena auxílio-moradia do Judiciário ]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Alexandre Galvão e Gabriel Nascimento no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 09:07

O auxílio-moradia do Judiciário foi alvo de críticas do ex-presidente Lula, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole.

“Enquanto os juízes exigem auxilio-moradia, acabam com o Minha Casa, Minha Vida. Quem tem que pedir auxilio-moradia é o povo. O povo quer emprego, comida”, apontou.

Lula disse ainda que pessoas com diferentes perspectivas políticas podem conviver. “Gosto das pessoas. Eu vou trabalhar para que a gente reestabeleça uma convivência democrática. Ninguém é obrigado a ser Vitória ou Bahia. Um tucano pode ser amigo do petista. Não tem problema nenhum”, declarou.

O ex-presidente afirmou ainda que quer voltar à Presidência para ser “julgado pelo povo brasileiro”. “Quero devolver a esse país o orgulho de ser brasileiro. Isso é possível, está ao nosso alcance. Eu trabalho com esse sonho, estou tranquilo. Estou muito mais tranquilo do que os que me julgaram”, ponderou.

Notícias relacionadas