Política

Opinião de Bolsonaro sobre morte de vereadora no RJ seria ‘muito polêmica’

Marielle Franco, 38, foi morta na noite de quarta, junto do motorista Anderson Pedro Gomes, 39, quando voltavam de uma roda de conversa intitulada “Jovens Negras Movendo Estruturas”. O carro em que estavam foi atingido por nove tiros. A polícia trabalha com a hipótese de execução. Uma assessora que estava no banco de trás, Fernanda Chaves, sobreviveu. [Leia mais...]

[Opinião de Bolsonaro sobre morte de vereadora no RJ seria ‘muito polêmica’ ]
Foto : Marcelo Camargo/Agencia Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 08:40

Calado desde o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no centro do Rio de Janeiro, o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), não falou sobre o tema. De acordo com sua assessoria, o parlamentar está com intoxicação alimentar e não poderia falar. Segundo o assessor, a opinião dele seria polêmica demais.

Nas redes sociais, o presidenciável tampouco tocou no assunto, de acordo com a Folha.

Marielle Franco, 38, foi morta na noite de quarta, junto do motorista Anderson Pedro Gomes, 39, quando voltavam de uma roda de conversa intitulada “Jovens Negras Movendo Estruturas”. O carro em que estavam foi atingido por nove tiros. A polícia trabalha com a hipótese de execução. Uma assessora que estava no banco de trás, Fernanda Chaves, sobreviveu.

Notícias relacionadas