Política

Ministro diz que vai barrar proposta de 40% do ensino médio a distância

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), afirmou à Folha hoje que irá barrar a proposta de liberar 40% de aulas a distância no ensino médio. O texto já foi enviado ao Conselho Nacional de Educação para aprovação. [Leia mais...]

[ Ministro diz que vai barrar proposta de 40% do ensino médio a distância]
Foto : Elza Fiuza/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 20 de Março de 2018 ⋅ 16:01

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), afirmou à Folha hoje que irá barrar a proposta de liberar 40% de aulas a distância no ensino médio. O texto já foi enviado ao Conselho Nacional de Educação para aprovação.

De acordo com o jornal, a abertura para atividades a distância prevista para a educação de jovens e adultos é de 100%. Ainda segundo a publicação, o CNE já discute uma nova resolução de atualização da Diretrizes Nacionais Curriculares do Ensino Médio, entre elas o debate sobre o ensino a distância.

O MEC afirmou que a discussão é de responsabilidade do CNE e que aguarda a conclusão para a homologação. Mendonça disse ainda que não foi consultado sobre o assunto e que é contra a reforma. “Quem fala pelo MEC é o ministro’, concluiu.

Notícias relacionadas