Política

Rosa Weber se irritou com a condução da votação de liminar de Lula, diz coluna

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a mesma irritação que revelou em plenário se repetiu nos bastidores, o que não seria do feitio da ministra que é conhecida pela gentileza. [Leia mais...]

[Rosa Weber se irritou com a condução da votação de liminar de Lula, diz coluna]
Foto : José Cruz / Agência Brasil

Por Clara Rellstab no dia 27 de Março de 2018 ⋅ 06:26

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber mostrou a colegas contrariedade em relação à condução da votação da liminar que impediu a prisão imediata do ex-presidente Lula (PT), na última quinta-feira (22).

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a mesma irritação que revelou em plenário se repetiu nos bastidores, o que não seria do feitio da magistrada, que é conhecida pela gentileza.

A favor do julgamento do habeas corpus do petista, Weber surpreendeu o PT e também colegas do STF com a decisão – a expectativa era de que ela votasse alinhada com os ministros de quem é mais próxima, como Luís Roberto Barroso e Edson Fachin.

Notícias relacionadas