Política

Associação criminalista critica ʹespetáculoʹ criado em julgamento de Lula

O presidente da Associação Brasileira de Advogados Criminalistas (Abacrim), Jader Marques, foi entrevistado por Mário Kertész durante o programa Bom dia com Mário Kertész na manhã de hoje. Ele comentou o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF) e reclamou da espetacularização do caso. [Leia mais...]

[Associação criminalista critica ʹespetáculoʹ criado em julgamento de Lula]
Foto : Reprodução/YouTube/Debates Jurídicos

Por Matheus Simoni e Alexandre Galvão no dia 04 de Abril de 2018 ⋅ 07:57

O presidente da Associação Brasileira de Advogados Criminalistas, Jader Marques, reclamou da espetacularização do caso do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal, em entrevista ao programa Bom Dia com Mário Kertész da Rádio Metrópole na manhã de hoje (4).

"Essa questão de Lula é muito grave, pois fica recheada de política partidária, de eleição, aquilo que, para nós, advogados e juízes, torra a paciência. Nosso trabalho é técnico. Estamos há 300 anos produzindo jurisprudência a respeito do que seja melhor. Depois de muitos anos, chegamos à conclusão de que as pessoas têm o direito de defesa e de que, ao final, elas serão presas", afirmou Marques.

Ainda de acordo com o presidente da Abracrim, certas manifestações nas redes sociais agravam a imagem das instituições do país. "Se as pessoas são criminosas e perigosas, vão ser presas preventivamente. Agora, até o Exército se manifesta [...] e o TRF do Rio Grande do Sul vai lá e curte o tweet do general. As coisas viraram espetáculo. Todos precisam dos seus cinco minutos de fama", reclamou.

Notícias relacionadas