Política

Engenheiros são condenados por mortes na obra do Itaquerão

Dois engenheiros da Odebrecht foram condenados pela mortes de dois operários no dia 27 de novembro de 2013, durante as obras do Itaquerão, o estádio do Corinthians. A juíza Alice Galhano Pereira da Silva concluiu que Frederico Marcos de Almeida Horta Barbosa e Márcio Prado Wermelinger agiram com “imperícia e negligência”. [Leia mais...]

[Engenheiros são condenados por mortes na obra do Itaquerão]
Foto : Divulgação/Arena Corinthians

Por Marina Hortélio no dia 04 de Abril de 2018 ⋅ 15:41

Dois engenheiros da Odebrecht foram condenados pela mortes de dois operários no dia 27 de novembro de 2013, durante as obras da Arena Corinthians. A juíza Alice Galhano Pereira da Silva, da Vara Criminal e do Juizado Especial Criminal do Foro Regional de Itaquera, concluiu que Frederico Marcos de Almeida Horta Barbosa e Márcio Prado Wermelinger agiram com “imperícia e negligência”.

Os réus receberam pena de um ano, seis meses e 20 dias de detenção, em regime inicial aberto. As condenações podem ser substituídas por prestação de serviços à comunidade ou entidade pública, pelo mesmo período da pena.

Segundo a magistrada, os dois engenheiros deixaram de observar "regras básicas de atenção e cautela no desempenho de suas atividades”. Barbosa e Wermelinger também foram condenados a pagar indenização aos herdeiros das vítimas, no valor de 80 e 50 salários mínimos respectivamente.

Outros quatro réus, Valentim Valaretto, Gilson Guardia, José Walter Joaquim e Leanderson Breder Dias, foram absolvidos pela juíza que entendeu que eles obedeciam as ordens de segurança.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo