Política

Rui avalia julgamento do STF como ʹuso político da justiçaʹ

O governador Rui Costa (PT) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sendo perseguido politicamente após o resultado da sessão realizada no plenário do Supremo Tribunal Federal na qual seis dos onze ministros negaram o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa de Lula. [Leia mais...]

[Rui avalia julgamento do STF como ʹuso político da justiçaʹ]
Foto : Manu Dias/GOVBA

Por Luiza Leão no dia 05 de Abril de 2018 ⋅ 19:30

O governador Rui Costa (PT) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sendo perseguido politicamente após o resultado da sessão realizada no plenário do Supremo Tribunal Federal na qual seis dos onze ministros negaram o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa de Lula.

"Nenhum cidadão está acima da lei. Se cometeu um erro, ele tem que pagar. Mas para saber se o cidadão cometeu um erro ou não tem que apresentar o mínimo de prova. [...] Eles reviraram a casa de Lula, a casa dos filhos, a conta dos filhos, a conta da mulher de Lula, viraram tudo de perna para o ar. Há cinco anos que ‘revistam’ o Lula e nunca acharam nada", disparou o chefe do Executivo estadual em entrevista a rádios estaduais hoje (5) em Juazeiro.

"Isso é um escândalo. É o uso político da justiça para perseguir politicamente adversários e quem eles não gostam. É isso que está acontecendo com Lula", acrescentou Rui Costa.

Na ocasião, o governador criticou a postura adotada pela ministra Rosa Weber. "Ontem, ela votou contra o presidente Lula, mas se na semana que vem for votada a tese, o resultado será 6 a 5 ao contrário. Então o Lula será o único prejudicado?”, disparou.

Notícias relacionadas